PNLD 2018 Literário

Categoria 6 

(Ensino Médio - 1ª a 3ª série)

Obra 1340L18603

Temas: Projetos de vida; Inquietações das juventudes; O jovem no mundo do trabalho; Cultura digital no cotidiano do jovem; Ficção, mistério e fantasia 

DELTA: UM COMANDO PARA O TEMPO​

Texto: Ana Cristina Melo

Alex está trabalhando há 72 horas, quando é surpreendido por um convite para entrar num bate-papo virtual. Do outro lado, Sarah se diz presa e pede ajuda. O que poderia, num primeiro momento, soar perigoso, torna-se inacreditável, quando, após algumas mensagens, eles concluem que ela está falando do futuro, por meio de uma janela do tempo.

Ana Cristina Melo constrói uma narrativa que não subestima o leitor, um dos segredos para o livro ser atraente também para os adultos; uma narrativa que é ainda é recheada de referências à cultura pop, como o jogo War ou os filmes O náufrago e De volta para o futuro. Um deleite a mais em uma leitura repleta de pequenos tesouros a serem descobertos.

Mas não é apenas da ficção que vêm as referências presentes na história. Ana Cristina Melo mescla realidade e ficção sem que haja uma fronteira rígida entre elas - a começar pelo tema, uma história que fala sobre informática como quem fala de namorados e festas de sábado à noite.

Uma janela no tempo: passado, presente e futuro amalgamados em uma narrativa que envolve suspense, romance e um tanto de cultura nerd - no melhor sentido da palavra. Ana Cristina Melo, ainda, desfia sua história explorando diferentes formatos narrativos: diário, chatflashback... 

Uma obra para surpreender, encantar e fazer o leitor ir além da última página.

LEIA UM TRECHO DA OBRA...

"Havia esperança. E foi então que ele a viu. Viu e sentiu sua pulsação acelerar, o suor tomar conta do rosto, as pernas tremerem ligeiramente. Surgindo da parte mais baixa da areia, como uma visão, uma mulher ia se revelando aos poucos. Cabelos compridos, caminhar sem pressa e meio diagonal, avançava descalça sobre a areia quente, carregando os chinelos na mão direita enquanto a esquerda apoiava a alça da bolsa de palha. 

Como um deja-vú, presenciou toda a cena. O vento arrancou o chapéu de aba larga que encobria o rosto dela. Foi uma fração de segundo, mas Alex ficou encantado com o que notou. Os cabelos castanhos emolduravam a face arredondada, o sorriso suspenso de quem teve os pensamentos roubados. Daquele jeito assustado, revelava-se linda. Ela correu atrás do chapéu que brincava à sua frente, de um lado para outro, até que pousou perto da fita que demarcava o campo de vôlei de praia. No mesmo instante, o jogador do outro time sacou com força, fazendo a bola atravessar todo o lado adversário e acertar as costas dela exatamente quando resgatava o chapéu.

Um grito. Ele a ouviu. Como se o tempo congelasse, ouviu e sentiu. Um grito de socorro no presente e no futuro.

Sarah!

Alex correu em sua direção, mas parou ao lembrar-se da advertência.

Não fale comigo, por favor. Não sei o que pode acontecer se nos conhecermos na praia.

Ele se conteve. Uma emoção tomou conta do seu corpo, desejando retê-la em seus braços e protegê-la de quem quer que fosse mantê-la presa dali a um ano. Ela aceitou o pedido de desculpas de um jogador que veio ao seu socorro. Logo depois, decidiu seguir seu caminho, deixando para trás o incidente na areia. Ao passar por Alex, trocaram um sorriso tímido. O dela envergonhado, o dele suspenso com as emoções recém-descobertas. Se houve qualquer dúvida antes, naquele instante, ele teve certeza de que ela era real.

Sarah!

Era linda. Linda e indefesa.

Seu pior pesadelo estava apenas começando. Acabara de se apaixonar à primeira vista por uma mulher que viera de um código no futuro!"

© 2015 Editora Bambolê & Livraria Bambolê

Av. Nossa Senhora de Copacabana, 1072 loja 2 - Copacabana - Rio de Janeiro/RJ 

Tel: (21) 3490-1054

Criado com Wix.com